terça-feira, 7 de junho de 2016

sobre o acaso

Eu estava na rodoviária com o objetivo de pegar o ônibus rumo à universidade. Como estava com tempo, decidi pegar um ônibus que vinha logo atrás, mais vazio. Esse ônibus sairia logo após o primeiro, que eu deixei de pegar. O estranho ocorre quando o meu ônibus - portanto, o que saiu depois - chega primeiro do que o que saiu primeiro. Vários acasos levaram o primeiro ônibus a parar mais e fez com que meu ônibus o ultrapassasse. Cheguei a conclusão - uma conclusão até bonita, de efeito - de que a vida é regida pelo acaso.

Imagina se minha mãe, por acaso, não vai naquela festa que conheceu o meu pai? Se o salto dela quebrasse?

O acaso rege a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário